Câmara Municipal de Aljustrel
Consdep
Carlos Bartazar


3322730
Hoje
Ontem
Este Mês
TOTAL
834
5213
29888
3322730

Newsletter

Ouvir a TLARádio

Quem está ligado

Temos 62 visitantes e sem membros em linha

 

União de Montemor 1 | Mineiro 0

Foi um jogo com muita entrega, muita luta a meio campo pela disputa e controlo da bola, mas onde escassearam as oportunidades de golo em qualquer uma das balizas sendo que o mau estado do relvado também nada ajudou a que a qualidade do jogo fosse melhor. O União durante a primeira parte foi a equipa que teve mais bola mas o Mineiro muito organizado defensivamente ia anulando as investidas dos locais que quase sempre tentaram o jogo organizado pela direita do seu ataque, ou em passes longos diretamente para as costas da defesa tricolor mas sem conseguirem materializar em jogadas de perigo o seu ascendente em termos de posse de bola, a exceção foi mesmo a oportunidade aos 16’m por intermédio de Valdo que isolado com Fábio Reis ao tentar o chapéu permitiu uma grande defesa ao guarda redes do Mineiro. Com o passar dos minutos os tricolores foram-se aventurando mais no ataque mas sem conseguirem criar grandes situações de golo. No segundo tempo a toada de equilíbrio manteve-se, e só foi alterada aos 58’ quando o União chega ao golo numa jogada onde Valdo na direita do ataque leva a melhor sobre a defensiva do Mineiro, depois de vários ressaltos e de ajeitar a bola com a mão, que não foi sancionado pelo árbitro, faz o passe atrasado para o remate certeiro de Bruno Mendes com o guarda redes Fábio Reis ainda a tocar na bola. Até ao final só se viu o Mineiro a tentar chegar ao empate, arriscando tudo com a entrada de homens mais rápidos e mais frescos para o ataque sem que mesmo assim conseguisse criar flagrantes situações de golo. Ao arriscar tudo no ataque foi descompensada a zona defensiva e aos 85’ o União poderia mesmo ter chegado ao segundo golo não fosse Fábio Reis ter feito uma enorme defesa ao remate de Rui Arsénio. Um resultado penalizador para o Mineiro, que esteve muito bem organizado em termos defensivos mas que continua a pecar na organização ofensiva e nas transições defesa ataque, sendo que o golo que marca a diferença no resultado final foi obtido de forma irregular.

 

Árbitro: Rudy Silva – A. F. Leiria
Auxiliares: Ricardo Morgado e Fábio Santos
Uma arbitragem com um ponto que influencia o resultado final desta equipa que se deslocou de Leiria, muito em cima dos lances foi pecando apenas nalgumas situações da lei da vantagem e na amostragem de cartões amarelos. Mas o lance que marca este jogo, o golo do União, foi precedido de uma mão de Valdo que ajeita a bola antes de fazer o passe atrasado para o remate certeiro de Bruno Mendes, o árbitro muito em cima do lance nada assinalou prejudicando o Mineiro e influenciando o resultado.

 

Mineiro Aljustrelense
Fábio Reis; Paulo Serrão; Nuno Alves; Marcos; Nuno Martins; Carlos Estebainha (cap); Carlos Borges (Zé Luís Estebainha, 77’); Nelson Raposo; Tiago Lopes (Kito, 60’); Bruno Conduto (Jeccy, 68’); Semedo.

Treinador: Vitor Rodrigues

Suplentes não utilizados: Miguel Cruz; Rui Pirralho; José Mestre; Bruno Loures.

Disciplina: Cartões Amarelos: Carlos Borges, 65’; Paulo Serrão, 77’; Nelson Raposo, 82’.

 

Grupo União Sport
Diogo Freire; Gamboias; Paulo Martins; André Repolho (cap); Monteiro; Calu; Rui Arsénio; Valdo; Nuno Silva (Rui Pereira, 82’); Jorge Roque (Tiago Almeida, 56’); Bruno Mendes (Antony, 73’).

Treinador: Nuno Correia

Jogadores não utilizados: Rui Fradinho; Luís Seatra; Tiago Dimas; Cau.

Disciplina: Cartões Amarelos: Bruno Mendes, 47’; Nuno Silva, 62’; André Repolho, 90+2’.

Golo: Bruno Mendes, 58’ [1-0].